quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Organização não governamental brasileira vai usar drones para proteção e monitoração de animais e florestas


(fonte: It Forum 365)
A WWF-Brasil, organização não governamental brasileira, dedicada à conservação da natureza, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e outros parceiros, iniciaram o Projeto Ecodrones Brasil, que usará drones para proteger e monitorar animais e florestas no País. Lançado em 17 de julho de 2015, quando se celebra o Dia da Proteção das Florestas, o Projeto Ecodrones Brasil tem a intenção de otimizar a conservação ambiental.
O especialista do Programa Amazônia do WWF-Brasil, Marcelo Oliveira, explica que o potencial de uso desses equipamentos na esfera ambiental é enorme. Segundo ele, os ecodrones trazem oportunidades inovadoras para o mapeamento de áreas protegidas, monitoramento da biodiversidade, combate a incêndios florestais, caça e exploração dos recursos naturais, bem como na coleta de dados científicos.
O emprego de veículos aéreos não tripulados para a defesa da biodiversidade é reconhecido como estratégia eficaz em alguns continentes, como África e Ásia. Em 2012, por exemplo, o WWF ganhou um prêmio de US$ 5 milhões do Google por um projeto que reduzia a morte de elefantes e rinocerontes em áreas protegidas na África.
Na Austrália, de acordo com a WWF-Brasil, um experimento de monitoramento do Dugongo, mamífero aquático semelhante ao peixe-boi, foi feito com Vant’s e trouxe resultados mais rápidos, baratos e assertivos do que o método tradicional de enviar um grupo de pesquisadores a bordo de um avião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário